O inglês/português é o quadro de tradução de ambienteskateshop.com.br. Aqui a gente disponibiliza, pra quem não fala ou lê em inglês, entrevistas e artigos interessantes que vemos nas revistas gringas que assinamos em nossas lojas.

Queremos difundir as idéias legais que vemos nas revistas gringas e nos influenciam no dia a dia.

Vale lembrar que não somos tradutores profissionais. Fazemos isso com carinho e respeito ao autor. Tentamos fazer nosso melhor. Sempre! 

Nesta edição trazemos a entrevista de Jamie Hart, o Team Manager da Vans. O cara que “cuida dos menino” da Vans. Achei interessante e resolvi compartilhar. Espero que curtam!

 

 

Jamie Hart

 

Entrevista por Michael Burnett

Qual é o título do seu trabalho e quais são suas qualificações profissionais para estar neste cargo?

Meu título oficial é de Team Manager de skate da Vans. Eu não fazia nada que fosse diretamente relacionado a esse trampo. Fui administrador de estoque antes e acho que isso é o mais próximo que já estive de lidar com o time. Você sabe, tive que lidar com moleques que me mandavam currículos por e-mail com endereços tipo magodobong420@hotmail.com, então você imagina como era.

 

Qual experiência passada melhor te preparou para o atual cargo?

Só de estar cercado pelo skate minha vida toda eu já tinha uma boa ideia do que não fazer, porque eu fiz muitas dessas coisas.  AVE e eu andamos para a Channel One juntos e eu conheci o Geoff Rowley quando ele se mudou para Hunington Beach em 1994, então isso tornou as coisas mais fáceis com certeza. Na verdade eu já conhecia muitos dos caras do time.

 

Você já andou pela Vans?

Eu tive apoio da Vans no começo dos anos 90. Acho que o Beetle começou a me dar uma força, mas foi o Joel Patterson quem realmente me ajudou. Ele mandava essas caixas gigantes com tipo de sete a dez pares de tênis todo mês. Antes disso eu usava essa quantidade de tênis para um ano inteiro.

 

Qual foi a data de início das filmagens do Propeller (vídeo da Vans)?

Não teve uma data oficial de início. Acho que já tinha uma brecha no orçamento para um vídeo há mais de dez anos. Sei que o Steve Luther diz que tinha um vídeo quase pronto, mas eu nunca vi. Até que Robin Fleming contratou Greg Hunt que tudo começou a acontecer. Isso foi tipo cinco anos atrás e o Justin Regan veio um ano depois e aí a coisa começou a rodar. A maior parte do vídeo foi filmada nos últimos três anos. Acho que é assim que essas coisas acontecem.

 

Quantas viagens o time fez na produção do vídeo?

As imagens mais antigas são da Croácia um pouco antes do Greg começar. Nós fizemos de oito a dez viagens por ano, então eu diria que umas 50 viagens no total. Não sei, mas acho que parece um bom número.

 

Quem precisa de menos atenção de sua parte?

Chris Pfanner. Ele é provavelmente um team manager melhor do que eu, especialmente na Europa. Não importa onde estamos, ele vai dar um jeito de nos guiar, achar hotel, comida, tudo o que vc precisa. Ele teve mais cobertura do que todo o resto do time e ele mora na Alemanha.

 

Qual foi o pedido mais estranho que você já teve de um skatista da equipe, que você conseguiu cumprir?

Estávamos numa viagem da Thrasher pela Bélgica e Holanda que acabou com o T-Spliff (Taylor Smith) enlouquecendo e fazendo o avião voltar ao portão de embarque. Ele não tinha dinheiro nem onde ficar, então tive que sair do avião com ele. Ficamos uma noite extra em Amsterdam e quando voltamos ao aeroporto ele começou a enlouquecer de novo. O voo estava pronto pra sair e lá estou eu do lado de fora do avião. O piloto teve que sair do avião pra conversar e acalmar ele o suficiente para coloca-lo a bordo. Ele desmaiou e assim ficou durante toda a viagem.

 

Quem é o mais talentoso?

Acho que é o Rowan. Eu não vejo nada como ele há muito tempo. Ele é tão natural no skate. Mas não sou sempre ligado no talento, tem algo mais. Meus skatistas favoritos eram Gonz, Neil Blender, Chris Miller e Hosoi. Todos sabemos que o Gonz é um dos melhores, mas acho que ele nunca ganhou um campeonato profissional. Quero dizer, o Hosoi era mais talentoso do que o Hawk? Tecnicamente não chegava nem perto, mas deus do céu, o Hosoi conquistou tudo com estilo, força e radicalidade.

 

Que membro da equipe você iria querer a seu lado numa situação pós apocalíptica?

Geoff Rowley pratica caça e ele é de Liverpool, então isso mais do que qualifica ele.

 

Numa mesma situação, quem seria comido primeiro no estilo canibal?

Provavelmente Curren, ele seria comido por um grupo de garotas de 16 anos. Ele já tem que se preocupar com isso e ainda nem chegamos ao apocalipse.

 

Quem é o membro da equipe mais sensível? E quem é o mais durão?

Dustin e Dustin. Haha, te amo, Dusty.

 

Descreva alguma vez que você teve que pegar pesado com algum membro da equipe.

Houveram alguns momentos difíceis com certeza. Acabamos não renovando o contrato com o Johnny Layton recentemente. Ele é um dos caras mais autênticos, então esse foi um momento difícil e foi na mesma época que ele estava tendo seu primeiro filho, ainda mais difícil. O momento não poderia ser pior, mas no fim das contas conseguimos colocar o Johnny numa nova posição dentro da Vans. Acho que ele foi oficialmente contratado como funcionário da Vans na semana passada e estamos empolgados por tê-lo como parte da família. Johnny é foda!

 

Que frase você mais usa para encorajar um membro da equipe a acertar uma manobra?

“Só quero que você saiba que estamos todos contando com você!”